"Nestas impressões sem nexo, nem desejo de nexo, narro indiferentemente a minha autobiografia sem fatos, a minha historia sem vida. São as minhas confissões, e, se nelas nada digo, é que nada tenho que dizer." Bernardo Soares

Aviso das Imagens

P.S. informo que todas as imagens aqui postadas foram retiradas da net, caso sejam de sua autoria por favor informe que darei os devidos créditos e caso não deseje a postagem a mesma será retirada.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009

Buttons - PCD

I'm telling you loosen up my buttons baby (Uh huh)
But you keep fronting (Uh)
Saying what you going do to me (Uh huh)
But I ain't seen nothing (Uh)(2X)

Typical
Hardly the type I fall for
I like when the physical
Don't leave me asking for more
I'm a sexy mama (mama)
Who knows just how to get what
I wanna (wanna)
What I want to do is spring this on you (on you)
Back up all of the things that
I told you (told you)
You've been saying all the right things all night long
But I can't seem to get you over here to help take this off
Baby, can't you see? (see)
How these clothes are fitting on me (me)
And the heat coming from this beat (beat)
I'm about to blowI don't think you know

I'm telling you loosen up my buttons baby (Uh huh)
But you keep fronting (Uh)
Saying what you going do to me (Uh huh)
But I ain't seen nothing (Uh)

You say you're a big boy, but
I can't agree
'Cause the love you said you had ain't been put on me
I wonder (wonder) if
I'm just too much for you
Wonder (wonder) if my kiss don't make you just
Wonder (wonder) what
I got next for you
What you want to do? (do)
Take a chance to recognize that this could be yours
I can see, just like most guys that your game don't please
Baby, can't you see? (see)
How these clothes are fitting on me (me)
And the heat coming from this beat (beat)
I'm about to blowI don't think you know

I'm telling you loosen up my buttons baby (Uh huh)
But you keep fronting (Uh)
Saying what you going do to me (Uh huh)
But I ain't seen nothing (Uh)
Come on baby, loosen up my buttons baby
Loosen up my buttons baby
Baby, won't you loosen up my buttons baby?
Loosen up my buttons baby
Come on baby, loosen up my buttons baby
Loosen up my buttons baby
Baby, won't you loosen up my buttons baby?
Loosen up my buttons baby
Chorus:I'm telling you loosen up my buttons baby (Uh huh)
But you keep fronting (Uh)
Saying what you going to do to me (Uh huh)
But I ain't seen nothing
A luxúria deve ser meu pecado favorito.
Não digo a luxúria vulgar, a imposta a nossos conceitos pela casta igreja.
Talvez por ser tão polemico seja o mais atraente.
O sofisticado pecado da Luxúria é uma orgia do sentir com grande refinamento sensual. Necessita de tempo, qualidade, magia dos sentidos, liberdade de criação e abundância que é a condição de quem não tem medo da falta. Como ser um libertino, ou seja, como usar desmedidamente sua liberdade sem cair na peculiar situação do sem valor.
É pecado capital de extremo prazer, no toque, no beijo, na pele.
Não acredito que ao tocar o seu objeto de desejo, o que sente, seja pecado.
No momento que vamos tirando, uma a uma, a peças de roupas,
deixando a pele nua e em contato direto,
as emoções fluem, o coração dispara, e respiração ofega.
Por mais que seja somente um desejo carnal,
que aumenta nos movimentos, não deixa de ter uma beleza singular.
Ao me pegar pela cintura,
ao passar os lábios por meu corpo,
ao escorregar extasiado para dentro de mim, e a cada gemido,
a luxúria perde o caráter pecaminoso.
Pecado que sempre terá um gosto de quero mais,
pecado que cometemos sem culpa,
pecado maravilhosamente digno de ser cometido.
Nos transformamos em prostibulos da alma,
nos entregamos ao sadismo,
desejo desordenado,
mas que nos enche de satisfação.
Pecado no qual, irei ser eterna culpada.
Queres cometer tal pecado comigo?
Queres colher de mim a seiva incauta,
Que posso derramar em tua boca faminta!
Em minhas entranhas, sem que eu sinta
A fome de prazer, nunca extinta,
e assim,
Desfalecer em teus braços, exausta!
Como quero sentir o seu toque,
seu corpo no meu,
minha boca na sua.

Não escondo que,
a vontade carnal, lasciva está notoriamente exposta.
Curiosidade de conhecer,
de saber os movimentos.

Pele quente
sexo fervendo
nada aplaca tamanho desejo

É luxúria?
Um desejo pacional?
Quem sabe...
quero me acabar nesse pecado.
Amodeus que atiça,
que me leva por esses caminhos.

Insanidade, delírios, loucura...
Estou perdendo o controle sobre meu corpo,
a qualquer momento,
o seu corpo será o meu objeto de consumo,
vou usá-lo, saboreá-lo e matar o insano
desejo de te ter dentro de mim!

domingo, 30 de agosto de 2009

"Nós geralmente descobrimos o que fazer percebendo aquilo que não devemos fazer.
E provavelmente aquele que nunca cometeu um erro nunca fez uma descoberta."
(Samuel Smiles)
Hoje estava em casa sozinha e começei a chorar,
me dei conta que não sou mais a mulher que um dia fui.
Não sei se chorei por alegria ou tristeza,
foi um misto de todos os sentimentos.

Notei que não tenho mais medo de atender minhas vontades e desejos.
Aprendi que eu me basto para alcançar o que almeijo.
Descobri meu lado mulher maravilha.

Amei muito nesse caminho que trilhei.
Caí, sacudi a poeira e segui em frente.
O que me falta?
O que ainda quero?
Ainda não sei...

Apenas posso dizer que do futuro não tenho mais medo.
Festa de criança é sempre a mesma coisa
Comida, doce, criança melada de cachorro quente,
refrigerante no chão, balão estourando.
mais três se matando ali no pula pula,
um puxa o cabelo do outro,
menino chorando,
tinta brilhosa no cabelo,
maquiagem no rosto e por assim vai...

E a tia, no meio de tudo vira animadora de festa!!!

AAAAHHHHHHHHHHHHHHHHHH!!!!!!!!

Cansei... se perguntarem por mim diga que MORRI!!

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

"Esquecer é uma necessidade.
A vida é uma lousa,
em que o destino,
para escrever um novo caso,
precisa de apagar o caso escrito."

Machado de Assis

quinta-feira, 27 de agosto de 2009


Tempo, horas,minutos.
Tudo contado,
Cronometrado.

Uma hora e meia...
O que pode ser feito em uma hora e meia?
O tic e tac do relógio parece o inimigo

É tempo suficiente?
Sacia a sua sede?
Ou deixa gosto de quero mais?

Uma hora e meia...
muita coisa pode acontecer
nesse tempo novas descobertas e sensações
estarão esperando por serem apreciadas.

Uma hora e meia...
A curiosidade será aplacada?
É só o início...
É só o início de uma viajem
para novas terras
e lugares nunca antes explorados.
Uma hora e meia...
período que podemos nos entregar
sem medo, sem receio,
e sentir o fogo brando começar a fogueira.
Uma hora e meia...
Veja Bem, Meu Bem
Los HermanosComposição: Marcelo Camelo

Veja bem, meu bem
Sinto te informar que arranjei alguém
pra me confortar.
Este alguém está quando você sai
E eu só posso crer, pois sem ter você
nestes braços tais.
Veja bem, amor.
Onde está você?
Somos no papel,
mas não no viver.
Viajar sem mim, me deixar assim.
Tive que arranjar alguém pra passar os dias ruins.
Enquanto isso, navegando vou sem paz.
Sem ter um porto, quase morto, sem um cais.
E eu nunca vou te esquecer amor,
Mas a solidão deixa o coração neste leva e traz.
Veja bem além destes fatos vis.
Saiba, traições são bem mais sutis.
Se eu te troquei não foi por maldade.
Amor, veja bem, arranjei alguém
chamado "Saudade'.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

O DIA HOJE ESTÁ PARECENDO O DIA DO CÃO CHUPANDO MANGA!!!!!!!!!


QUE DIA INFERNAL!!!!!!!!!
AAFF ACABA LOGO DIA!!!
ACABA LOGO HORÁRIO DE TRABALHO!!!
SÓ PEPINO!

Pior do que a voz que fala,
é a voz que cala.
Demasiadamente torturante,
alfinetada delicada.
Enlouquece, perturba.
Minha mente pensa em mil coisas.
Algumas impuras,
outras nem tanto.
Se fosse um silêncio pessoal
a linguagem corporal estaria
passando sua mensagem,
fazendo seu papel.
Que crime hediondo,
é a imposição de dor física ou psicológica
por crueldade, intimidação e punição.

AAh

Se no final da tortura
houver recompensa...
quem sabe...
posso te torturar também,
quem sabe,
terá uma deliciosa surpresa.
Torturante, excitante e surpreendente.

Eu ainda tenho meu pequeno resto...

Ouvi esta frase de uma amiga e fiquei pensando,
eu não tenho só o meu pequeno resto,
eu me tenho por completo, inteira e absoluta!

terça-feira, 25 de agosto de 2009


Triste me dirigir a você dessa maneira…
devido aos acontecimentos recentes não encontro outra maneira para tal.
Contei os dias pra te ver, ou melhor, pra possibilidade de te ver,
uma vez que você não me deu certeza se vinha.
Passei as poucas horas antes da minha “viagem pra Marte” pensando que a qualquer momento você poderia chegar, que a qualquer momento.
Bebi demais…
Acordei do meu quase sonho/pesadelo, como acho que pela vontade de te ver, pela saudade que sentia.
E você?
Você fez, mais uma vez, pouco caso dos meus sentimentos, do carinho que tenho por você. Lamento te informar que além de todas elas, também senti sua falta.
Por sinal, tenho certeza que somando todas as ligações que elas te fizeram não dá as que eu te fiz, talvez por isso elas tenham mais valor.
E talvez por isso você as atenda e não a mim.
Sei que estava com um amigo, que você tinha que dar atenção,
sei que falei besteiras, mas não merecia tão pouco caso.
O que mais me irrita é o quanto somos parecidos.
Ambos damos valor a quem não merece, você a elas
( que nem estavam tão grudadas em você, estavam acompanhadas, você se tornou supérfluo)
e eu a você. Em pensar que numa de nossas últimas conversas no MSN
você me pediu para não desaparecer!
Porque faz isso?
Sua auto-estima é tão baixa que precisa de uma otária ?
Lamento te informar, mas aos poucos você ta minando
qualquer sentimento que eu tenho por você.
Vai chegar uma hora que você não vai passar de um nome na minha lista, um número (ou melhor, 4) no meu celular.
Aí você vai ter pra mim o mesmo valor que tenho por você… NENHUM!
Hoje abri minha agenda e achei duas cartinhas que escrevi pra você.
Por um instante quis rasgá-las, jogar fora e ignorar que um dia gastei meu tempo com você.
Mas resolvi que pra mim valeu a pena.
Por um tempo, mesmo que curto, você me fez bem.
Me abraçava a noite, me mandava SMS´s lindas, fazia carinho.

Você não é a única paixão que tenho atualmente na vida, muito menos a mais importante.

Sei que posso viver sem você… não é novidade, já passei por isso e sobrevivi!
A questão é: será que eu quero? SIM EU quero!!!! LIBERDADE ABRE ASAS SOBRE MIM!
PS: Acho que acreditei e depositei em você uma esperança muito forte…
Acho que você não merecia e nem merece tanto…

AAAAFFFF
A curiosidade está me consumindo!
AAAAHHHHHHHH
já já não terei mais unhas!!

Desejo

O que é desejo?
Como lidar com tamanho sentimento?
Temos a todo momento vontades impossíveis.
Somos tomados, consumidos por atos que não são reais.
Queremos sempre o que está distante.
Queremos sempre nos arriscar
Queremos sempre aventuras
Explorar o inexplicável.
Viver o perigo, a vida dupla
Brincar com o fogo
e deixar o instinto dominar
Calor que aumenta
Vontade sedenta
A minha pele pede pelo toque de suas mãos
Meu corpo clama pelo seu
Nego que te desejo
Negas que me quer
Foges dos meus olhares
fica hipnotizado por meus lábios
Surpreenda-se
Surpreenda-me
Entregue-se ao pecado e satisfação do seu desejo
Me provoque
Perca o juízo
faça algo impensado
Quem sabe assim me rendo aos seus desejos
mais inusitados e profundos.

Traumatizante... para quem??? kkkk

Como toda mulher separada, tentei passar por novas experiências.
Hoje, não sei porque lembrei de uma e caí na gargalhada.
Não sei se foi mais traumatizante para ele ou para mim?

Tentei começar um relacionamento com um certo carinha.
Meio doido por sinal.
Só me queria para ele, nada de amigos, cinema e etc...
Já não gostei de cara.
Mas como ele viajava muito a trabalho,
achei que era saudade, que na hora do retorno
queria curtir a namorada.
Santa ilusão!! kkkkkkkkkk
Bem, o sr. Viajante passou um
aperto dos grandes comigo.
Acho que ficou mau para mim!!

Uma certa noite, após alguns
goles de vinho e um belo filme
o clima esquentou...
Até aí tudo bem, não tinha acontecido o rala e rola ainda.
Bom... achei que estava preparada e relaxada
para descobrir que existia vida,
ou melhor "piu-piu" após a separação.
Eu com a lingerie provocante,
o clima propício,
um cara legal,
resolvi tirar o freio de mão e encarar.

hahahahahaha

Pensem em uma mulher que tremia igual a vara verde.
Que situação... eu não parava de tremer...
Ele foi super fofo, tentou me acalmar, esperou e tentamos de novo.
E eu comecei de novo a tremer... pior que a primeira tentativa!!
Resultado, não consegui fazer nada!!
Noite perdida e um homem traumatizado.

Não havia conversado com ele nada do meu passado.
Ele ficou pensando que a culpa era dele.
Mas na realidade era da doida aqui.

Penso nesse ser humano hoje e começo a rir da situação.
Não mais o procurei, dei um jeito de fugir!
Pior que noiva em fuga ou qualquer outra coisa.

Coitado, será que ele precisou de terapia depois?

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Cenas dos próximos capitulos parte 2

Depois de beijos e provocações,
continuando a saga e sendo
reincidentes no mesmo delito,
o tão temido balde de gelo chegou...
na verdade, um balde de agua fria.
O medo, que eu sabia que existir na mente do réu confesso, apareceu e disse:
"prazer, me chamo receio minha bela senhora"!

Ter medo é algo normal,
significa até que os neuronios de alguém existem.
Que o Tico e o Teco estão vivos e ativos
Entretanto, o réu confesso esqueceu de um pequeno detalhe.
A cúmplice é uma mulher com os pés no chão.
Ela não quer nada além de viver,
Ela não quer nada mais do que sentir,
Ela não quer nada que seja impossível
A cúmplice tem plena consciência de
seu lugar e de suas atitudes
sabe até onde pode "cobrar",
pode parecer migalhas,
mas esquece o meliante, que a vítima.
não quer nada que venha a atrapalhar a vida de ninguém
e muito a menos a dela que já está de pernas para ar.

O meliante teme a administrar a situação
na realidade ele tem medo é de gostar,
porque o fogo já pegou.

A vitima está aceitando ser cúmplice por ter plena
certeza de onde está pisando e de que nada melhor agora do que isso.
O que a vitima menos precisa é alguém colado no seu pé
logo no momento que redescobriu a verdadeiro significado da palavra viver.

Riscos, medo, paixão, desejo, tudo isso faz parte de qualquer
aventura. Para os que adoram um kamikaze isso é puro êxtase.
" ... ela é puro êxtase..."

De meliante passou a reú confesso, foi doce e prazeroso.
O primeiro passo foi dado.
Tenha certeza meliante, que a vitima sabe se portar
e tem plena consciência do se passa
e não pretende de forma alguma
passar dos limites.


Agora, o desperdício, depende do réu confesso.

As cartas foram postas na mesa, será que ele

tem coragem de jogar?

Who knows??

Comerciais.... será que a série continua??

Será que o gelo apagará o fogo?


EU REALMENTE NÃO NASCI PARA ESPERAR!!

QUE AGONIA!!
O TIC TAC ESTÁ ME COLOCANDO DOIDA!!

AAAFFFFFFFFFFFF
MELECA!
ME CHEIRAAA!!!!

Descrevendo como anda a coisinha dentro do meu peito!

Bem Que Se Quis
Marisa Monte
Composição: Pino Daniele/versão: Nelson Motta

Bem que se quis
Depois de tudo
Ainda ser feliz
Mas já não há
Caminhos prá voltar
E o quê, que a vida fez
Da nossa vida?
O quê, que a gente
Não faz por amor?...
Mas tanto faz!
Já me esqueci
De te esquecer
Porque!
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar...
Agora vem, prá perto vem
Vem depressa, vem sem fim
Dentro de mim
Que eu quero sentir
O teu corpo pesando
Sobre o meu
Vem meu amor, vem prá mim
Me abraça devagar
Me beija e me faz esquecer...
Bem que se quis
Depois de tudo
Ainda ser feliz
Mas já não há
Caminhos prá voltar
E o quê, que a vida fez
Da nossa vida?
O quê, que a gente
Não faz por amor?...
Mas tanto faz!
Já me esqueci
De te esquecer
Porque!
O teu desejo
É meu melhor prazer
E o meu destino
É querer sempre mais
A minha estrada corre
Pro seu mar...
Agora vem, prá perto vem
Vem depressa, vem sem fim
Dentro de mim
Que eu quero sentir
O teu corpo pesando
Sobre o meu
Vem meu amor, vem prá mim
Me abraça devagar
Me beija e me faz esquecer...
Bem Que Se Quis...

domingo, 23 de agosto de 2009

cenas dos próximos capitulos parte 1

O milkshake rendeu!
Na realidade foi o doce,
mas valeu,
não sei o efeito que causou
meus lábios nos seus
suas mãos em minha cintura
meu corpo grudado no seu

Posso ser uma lembrança no fim de semana
posso ser uma vontade nesses dias
posso te provocar só com a recordação do meu cheiro e do meu gosto.

Minhas curvas foram testadas
O que achou?
São voluptuosas?
Era o que imaginava?
Ou deseja um novo toque?

A pegada foi perfeita
a desculpa para o ato esfarrapada
Mãos firmes
Aperto de desejo
o que será que pode acontecer?

O meliante se tornou réu confesso,
a vítima passou a ser cumplice,
o 1º crime consumado,
entregue, executado.
O beijo dado, o beijo roubado.
Será que é como dizem?
Basta começar para não querer parar?
Há crimes ainda por cometer?
Ou iremos ser reincidentes no mesmo ato?

Aguarde ...
Amostra grátis é a pior invenção do ser humano.
Sim, é horrível
Você sempre fica com vontade de quero mais
O problema é conseguir mais
Provar pode viciar
Provar pode nos fazer desejar tocar mais um pouquinho
querer de novo
testar de novo.
Quando esperamos algo a hora não passa,
os dias se arrastam,
os minutos são torturantes
e a lembrança é carrasca!

sábado, 22 de agosto de 2009

hhhummmmm
Blame is Mr. Lollipop!!
But I can not deny it was a fault tasty!

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Realidade - Recebi por email... Muito bom!!!

- Alô.
- Camila? É a Realidade, como é que você vai?
- Oi, quanto tempo, to bem sim, e você?
- Tudo ótimo também. Ta ocupada?
- Não, não. Tava aqui fantasiando um pouco, e você?
- To ligando pra saber quanto tempo vai demorar pra cair a ficha dessa vez.
- Como assim?
- Gata, não sei quanto tempo você passou de papo com o Entusiasmo, mas já ta na hora de cair na real...
- Acha mesmo?
- Desculpa, mas esse é o meu papel, e antes que fique ridículo, tenho que avisar pra você desencanar.
- Então ele não vai me ligar?
- Não.
- E se eu for naquela festa do amigo dele?
- A ilusão ta aí?
- Ta, ta lá na cozinha fazendo um miojo pra gente.
- Ai meu Deus... Quem mais ta aí?
- A nóia. Passou aqui pra me dar um oi, mas depois que começou a arrumar meu armário por tons, não conseguiu ir embora.
- Gata manda a nóia embora, e encara a ilusão de frente...
- Sei...
- Ele não vai te ligar, não foi dessa vez, ok? Alô, você ta me ouvindo??
- Péra... “eu já falei, não, não, fala você...”
- Camila? Com quem você ta falando? Põe a ilusão na linha agora!
- Oi, desculpa, ela não quer falar com você, disse que você sempre estraga tudo...
- Ah é?! Então avisa que eu to indo para aí levando a desilusão, e uma lata de leite condensado. Pra ela me atender agora!
- Alô. Olha Realidade, na boa, nem to com saco de discutir, eu sei que a gente não se dá bem e tal, mas o cara gostou dela que eu sei!
- Ilusão do céu!!! O cara sumiu, pára de ser assim, é pior pra ela! Cadê a Camila?
- No quarto com a nóia, já fiz o jantar das duas e como não quero briga com você, to indo pra casa...
- Deixa eu falar com a nóia.
- Não dá.
- Como assim não dá?
- Ela não fala mais pelo celular, parece que dá câncer sei lá... Você sabe como a nóia é.
- Sei, e a Camila?
- Péra.
- Oi, fala, é a Camila.
- E aí, ta melhor?
- To sim, nem precisa vim, já liguei pro bode e pra depressão, a gente vai ficar aqui em casa vendo Pretty Woman...
- Ok, de todo jeito tenta conversar com a solidão mais tarde.
- Ta, ela deve vim junto com a insônia... Deixa eu desligar, a nóia ta achando que a gente ta falando dela.

quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Se fosse fácil, teria graça?

"Gente é tão louca
E no entanto tem sempre razão
Quando consegue um dedo
Já não serve mais, quer a mão
E o problema é tão fácil de perceber
É que gente
Gente nasceu pra querer
Gente tá sempre querendo
Chegar lá no alto
Pra no fim descobrir
Já cansado que tudo é tão chato
Mas o engano é bem fácil de se entender
É que gente
Gente nasceu pra querer
Em casa, na rua, na praia, na escola ou no bar... ah!
Gente fingindo, escondendo seu medo de amar...oh!
Gente é tão louca
E no entanto tem sempre razão
Quando consegue um dedo
Já não serve mais, quer a mão
E o problema é tão fácil de perceber
É que gente
Gente nasceu pra querer
Gente nasceu pra querer..." (Gente - Raul Seixas)

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Ontem ouvi o seguinte comentário:
" você é do tipo de mulher que provoca medo, porque provar, pode viciar" !!
Fiquei pensando, em casa, nesse comentário.
Percebi que o meliante tem um pouco de medo das minhas atitudes e até de si mesmo.
Bom, devo considerar o comentário como um elogio, sem discordar do que foi dito, pois é a pura verdade.
kkkk
Mas como o sono não vinha,
e o calor me arrebatia,
a camisola grudada em minha pele,
respiração ofegante,
calor insuportável,
levantei de meu leito.

Levantei e resolvi tomar uma banho,
enquanto água descia pelas curvas de meu corpo,
alisando minha pele,
no intuito de refrescar meus anseios,
me bateu aquela vontade de tomar um Milk Shake.
Sem pensar duas vezes
fechei o chuveiro e toda molhada
usando somente uma peça intima infima, diga-se de passagem,
me dirigi a cozinha.

Abri o congelador, peguei o sorvete,
abri o armário e procurei o ovomaltine e o leite
Com todos os ingredientes em mãos
comecei a lambança na cozinha

Me imaginei passando o sorvete no corpo de meliante,
tirando-o depois com a língua, passando devagar e deliciosamente,
experimentando todo o seu corpo
Segurando seu cabelo,
puxando suas madeixas,
arranho suas costas.

Tirando um pedaço de sua pele,
Mordendo levemente seu pescoço,
O sorvete essa hora, já estaria completamente derretido,
O chocolate nem seria motivo de euforia,
só serviria como uma liga puxenta para grudar mais ainda nossos corpos.

Me assustei, ou melhor, acordei com o barulho do liquidificador.
Voltei á realidade. Ah realidade!
Enquanto tomava a bebida deliciosamente gelada,
voltei a imaginar como poderia torturar o meliante.
O chamo de meliante porque caso o crime seja consumado
estaremos muito perto da condenação.
Claro que serei cúmplice,
mas, jamais, entregaria o réu.

Com certeza, se ele estivesse ali naquele exato momento
que estava preparando esse liquido prazeroso,
a cozinha seria pequena, a casa inteira seria testemunha de nossa estripulia,
Com certeza aconteceriam coisas insensatas, mas evidentemente fantásticas

Como isso não aconteceu, liguei a Tv e fui assistir CSI tomando
o milk shake e com o leve suspiro e um sorisso faceiro na face:
" O que nos aguarda daqui para frente? Será que a carne é fraca e a cabeça não ajuda?
E quanto ao meliante, quanto tempo irá segurar-se?"

Agora é aguardar cenas dos próximos capítulos. hihihi

terça-feira, 18 de agosto de 2009


vontade, desejo, decepção...
nada mais...
A gente se mata sem razão...
Em cada decepção é parte de mim que se vai!Então vamos vivendo sem rumo,e morrendo aos poucos...
Não permitirei que a decepção seja um entrave em minha vida.Decepção sim, desânimo jamais...

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

Pequenos deslizes ocorrem em nossa vida
O que fazer?
Pedir desculpa vai resolver?
Não pretendo correr.
Gostaria tão somente de compreender o que deseja, o que pensa.
Daria o mundo para saber o que se passa nessa cabecinha.
A magia nos domina quando estamos juntos
esqueço até do meu nome
você domina meus sentidos e vontades
Eu puxo seu tapete
você fica desarmado.
Nos entrelaçamos na mesma sintonia
Carinha de safada e de prazer você diz que fico
Minha face enrubrece sentindo seu corpo
Seu corpo treme ao sentir o meu.
Minhas unhas castigam sua pele
Seus lábios sangram nos meus dentes
Você delira em um misto de dor e paixão
Suas mãos seguram minha cintura com fervor
Entregamos os segredos mais profundos
proferimos palavras guardadas e proibidas
Usamos a língua para seduzir
as mãos para agarrar
e o sussurro para excitar
Sejamos um do outro,
por mais vezes que nos entreguemos
jamais esgotaremos a fonte de desejo que nos domina.
Perfeita sincronia de amor, desejo, paixão e luxúria.

quero...

Quero somente te ter,
poder mostrar a ti todo meu amor

Quero somente sorrir,
com suas piadas sem graça

Quero poder brincar,
com nossos desentendimentos e picuínhas

Quero poder te beijar,
e acabar com toda dúvida que me assola.

Anhelos - extraído do livro " No Mundo da Poesia "

" Agua quisiera ser,
luz y alma mia,
que com su transparencia
te brindara;
porque tu dulce boca me gustara,
no apagara tu sed,
la encenderia.
Viento quisiera ser:
em noche umbriacallado hasta tu lecho penetrara
y aspirar por tus labios me dejara,
y mi vida en la tuya fundiria.
Fuego quisiera ser para abrasar-te
en un volcán de amor, ah! estatua inerte,
sorda a las quejas de quien supo amar-te!
Y después, para siempre poseerte,
tierra quisiera ser, y disputarte
celoso a la codicia de la muerte."

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Palavras guardadas em nossa mente,
Desejos sendo sufocados,
Beijos sendo censurados.
Fazer?? não seii.... devo?? não sei...
Segredos que jamais serão revelados.
Segredo não provado.
Guardado a sete chaves
Será que pode acontecer?
O medo do mau feito é grande.
Covardia ou receio?
Medo de não conseguir somente provar?
Ou medo de querer mais?
O verdadeiro medo é o da descoberta.
Descoberta sim...medo de viciar no sabor
A aventura perigosa pode começar,
a sua mente posso bagunçar
Mas com certeza falta a coragem
ao doce Don Juan de provar !!!

Doce vampiro

Sou extremamente eclética.
E não é supresa para ninguém meu fascínio por
Vampiros, Bruxas, fadas, lobisomens,
deusas e todas essas histórias sombrias.
Compartilho com vocês uma música que adoro!
Viajo ao escutá-la
Só falta o vampiro!! kkkk


Doce Vampiro
Rita Lee


Venha me beijar
Meu doce vampiroooo
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Venha sugar o calor
De dentro do meu sangue...vermelhoooo!
Tão vivo tão eterno...veneno!
Que mata sua sede
Que me bebe quente
Como um licor
Brindando a morte e fazendo amor...
Meu doce vampiro
Ou ouuuuu
Na luz do luar
Ãh ahãããããh
Me acostumei com você
Sempre reclamando, da vidaaaa
Me ferindo, me curando..a ferida
Mas nada disso importaaaa
Vou abrir a portaaaa
Prá você entrar
Beija minha boca
Até me matar...
Cha lá lá láOu ouuuuu
Cha lá lá láOu ouuuuu...
Ou ouuuuu
Ãh ahãããããh
Ou ouuuuu...
Ou ouuuuu
Ãh ahãããããh
Ãh ahãããããh
Me acostumei com você
Sempre reclamando da vidaaaa
me ferindo, me curando...a ferida
Mas nada disso importaaaa
Vou abrir a portaPrá você entrar
Beija a minha boca
Até me matar...de amoooor!

Imaginação

" Imaginação é uma faculdade ou capacidade mental que permite a representação de objetos segundo aquelas qualidades dos mesmos que são dadas à mente através dos sentidos - segundo a concepção sartriana apresentada em sua obra O imaginário: psicologia fenomenológica da imaginação. Em filosofia, tais qualidades são chamadas de qualidades secundárias quando a ação do subconsiente pronuncia-se à da consciência."

Bem, esse é o significado de imaginação na Wilkipédia.

Acredito que ela nos revela, os caminhos mais escondidos e secretos do inconsciente,os sonhos guardados, o lado dos desejos mais ocultos.
Brinca com nossa mente, que já é ultra fértil.
O que fazer quando a imaginação resolve funcionar?
O que fazer quando ela cria vontade própria e quer transformar o imaginário em algo real.
Algo até antes nem nunca pensado ou cogitado.
Vem em nossa mente, cenas conflitantes.
Será que consigo guardar segredo?
Será que me controlo?
Será que eu não quero provar?
Como ela/ele será?
Como ela/ele imagina que sou?
Eita imaginação!
Mas o medo é maior que a vontade,o desejo sucumbe a meu receio.
Como será apertar aquela cintura?
Como será tocar lábios tão vivos?
Também não sei se quer?
Querer até pode ser... mas assumir jamais!
Arriscar-me , nunca! Sou racional demais.
Nem perto da tentação ficarei.
Quanto mais longe melhor, se somente olhar menos irei me arriscar.
Será que me contento com isso?
hum mm
não há testemunhas, palavras não serão ditas
será que sou tão forte assim
Ah imaginação!
Imaginação que me atormenta e aquela nega branca me tira do sério!
Gosta de brincar
Gosta de incêndio
Diz ter habilidades de bombeira
Diz gostar do estrago
Ahh imaginação
uma vantagem você me permite
delirar, desejar, tocar e sentir em minha mente
sem ter que dar explicação a ninguém
me torno egoísta no meu pequeno mundo imaginário.
Quanto tempo me permitirá ficar lá sem querer o real?
Ahh imaginação...
Você ainda pode acabar comigo!
Mas com certeza será um momento doce, irresistível e de pura adrenalina.

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

AMOOOO É A MINHA CARA!!!

video

Arriscar é viver - Soren Kiekegaard

"Rir é arriscar-se a parecer louco.
Chorar é arriscar-se a parecer sentimental.
Estender a mão é arriscar-se a se envolver.
Expor seus sentimentos é arriscar-se a expor o seu eu verdadeiro.
Expor suas idéias e sonhos em público é arriscar-se a perder.
Viver é arriscar-se a morrer.
Ter esperança é arriscar-se a sofrer decepção.
Tentar é arriscar-se a falhar.
Mas... é preciso correr riscos.
Porque o maior azar da vida é não arriscar nada...
Pessoas que não arriscam, que nada fazem, nada são.
Podem estar evitando o sofrimento e a tristeza.
Mas assim não podem aprender, sentir, crescer, mudar, amar, viver...
Acorrentadas às suas atitudes, são escravas, abrem mão da sua liberdade.
Só a pessoa que arrisca é livre...
Arriscar-se é perder o pé por algum tempo.
Não se arriscar é perder a vida..."

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Uma noite diferente
sem muito o que contar
a não ser por uma bela dose de saque com morango
bebida dos Deuses
O problema é que eu não bebo
então imagine o resultado
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Fiquei tão descontrolada,
sem poder sobre os meus sentidos,
que fiz,
sim, eu fiz!
Beijei uma garota!! não, na verdade uma garota me beijou
kkkkkkkkkkk

A letra da Música I kissed a Girl traduz bem essa experiência.
Arrgh não quero repetir!
Os marmanjos bobões de plantão podem esquecer de pedir repeteco
Não haverá
é engraçado como a bebida nos faz ficar solta
um vinho, um saque. uma caipirinha,
hummm
acabamos fazendo coisas na qual duvidados
Mas digo em voz alta!!

NÃO QUERO ESSA EXPERIENCIA DE NOVO! GOSTO MESMO É DE UM BOM HOMEM!

"This was never the way
I planned
Not my intention
I got so brave,
drink in hand
Lost my discretion
It's not what
I'm used to
Just wanna try you on
I'm curious for you
Call my attention
I kissed a girl and
I liked it
the taste of her cherry chapstick
I kissed a girl just to try it
I hope my boyfriend don't mind it
It felt so wrong
It felt so right
Don't mean
I'm in love tonight
I kissed a girl and
I liked itI liked it
No, I don't even know your name
It doesn't matter
You're my experimental game
Just human nature
It's not what good girls do
Not how they should behave
My head gets so confused
Hard to obey"

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

A Lua,
A Noite.
Trazem a Cumplicidade.
O Desejo,
O Beijo,
A Paixão.
A loucura toma conta,
devassa minha sobriedade
destroi meus sentidos de responsabilidade
Quero ser sua, te sentir, te possuir
Viajar pelo seu corpo insano
Navegar com meus lábios por sua pele
Deixar que me sinta
Tão quente e tão húmida
Tão sua e tão de ninguém
A vontade me consome
Sexualidade extrema e lascívia
Seus lábios me torturam
Sei que me desejas
Sei que sua imaginação te prega peças
Meu cheiro te enlouquece
Meu sorriso te abala
Meu sussurro te excita
Tão meu e tão de ninguém
Quanto mais iremos nos torturar?
Negando e segurando a vontade de
nos entregarmos ao delícioso prazer
da luxúria de nossos corpos.
Pensamentos, lembranças,
o que posso esperar de um mundo tão frio e sombrio

As pessoas são falsas, interesseiras e egoístas,
não existe mais o companheirismo,
As pessoas não são ilhas, mas agem como se fossem as únicas no mundo.

Magoam. maltratam e desprezam.
Sentimentos amargos e mesquinhos,
Não quero esse mundo negro,
Não quero essa vida sombria,
Não quero me transformar em uma estátua.

Não pretendo derramar uma lágrima por esse mundo apavorante e repugnante
que está surgindo em minha frente.
Quero fugir de toda essa tristeza
Quero me refugiar em seus braços
Somente fugir e esquecer das adversidades nefastas deste mundo.
Quero me aquecer, me encontrar, me curar.

Recebi por email, autor desconhecido.

Mas achei perfeita para mim!!

..."As gigantes loucuras são as mais sensatas, o que faço hoje deixo de recordação para os que amanhã queiram ser como eu:talvez loucos, porem felizes.
Sou apenas o tipo certo de mulher errada, e tenho todos os defeitos de uma mulher perfeita"...
bjs

domingo, 9 de agosto de 2009

Não quero mais chorar
não quero mais pensar
talvez não mais acordar
se for para passar
mais um dia
sem você
triste vida de um
coração burro
mas repleto de paixão

gabrielly
O proibido é sempre mais gostoso.
Mas porque?
Se ainda não provei seu beijo,
não senti suas mãos sobre minhas curvas,
não senti sua vibração ao me possuir.

Seu cheiro me deixa embriagada de desejo,
sua voz arrepia minha pele,
sua respiração atiça minha imaginação.

Quero poder me deliciar em você,
quero tirar seu chão,
quero abalar seu mundo organizado.

Sei que é proibido,
sei que não correto,
sei pelo seu olhar
que deseja meus lábios em sua boca.

Entregue-se, nada é proibido no silêncio da noite
deixaremos a lua como cumplice
e nossos corpos serão os autores do crime
deixe-me mostrar como é uma mulher de verdade
não esquecendo de que "eu gosto é do estrago".

gabrielly

quarta-feira, 5 de agosto de 2009

quero apenas seu beijo
demonstrando seu desejo
me querendo
me possuindo
quero seu beijo
apenas sentir
apenas agir
apenas beijar

gabrielly

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Otimo texto

Nós? Complicadas?

Se a gente se insinua, é atirada;
Se fica na nossa, está dando uma de difícil;
Se aceita transar no início do relacionamento, é mulher fácil;
Se não quer ainda, está fazendo doce;
Se põe limitações no namoro, é autoritária;
Se concorda com o que o namorado diz, é sem opinião;
Se batalha por estudos e profissões, é uma ambiciosa;
Se não está nem aí pra isso, é dondoca;
Se adora falar em política e economia, é feminista;
Se não se liga nesses assuntos, é desinformada;
Se corre pra matar uma barata, não é feminina;
Se corre de uma barata, é medrosa;
Se ganha menos que o homem, é pra ser sustentada;
Se ganha mais que o homem, é pra jogar na cara deles;
Se adora roupas e cosméticos, é narcisista;
Se não gosta, é desleixada;
Se sai mais cedo do trabalho, é folgada;
Se faz hora extra, é gananciosa;
Se chateia-se com alguma atitude dele, é uma mulher mimada;
Se aceita tudo o que ele faz, é submissa;
Se quer ter 4 filhos, é uma louca inconsequente;
Se só quer ter 1, é uma egoísta que não tem senso maternal;
Se gosta de rock, é uma doida;
Se gosta de música romântica, é brega;
Se gosta de música eletrônica, é maluca;
Se usa saia curta, é vulgar;
Se usa saia comprida, é crente;
Se está branca, eles dizem pra gente pegar uma corzinha;
Se está bem bronzeada, eles dizem que preferem as mais clarinhas;
Se faz cena de ciúme, é uma neurótica;
Se não faz, não sabe defender seu amor;
Se fala mais alto que ele, é uma descontrolada;
Se fala mais baixo, é subserviente.
E depois vem dizer que mulher é que é complicada...
Mulheres existem para serem amadas, não para serem entendidas.

Fátima Nazareth