"Nestas impressões sem nexo, nem desejo de nexo, narro indiferentemente a minha autobiografia sem fatos, a minha historia sem vida. São as minhas confissões, e, se nelas nada digo, é que nada tenho que dizer." Bernardo Soares

Aviso das Imagens

P.S. informo que todas as imagens aqui postadas foram retiradas da net, caso sejam de sua autoria por favor informe que darei os devidos créditos e caso não deseje a postagem a mesma será retirada.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009


" As vezes te odeio por quase um segundo,
depois te amo mais..."



O coração é engraçado
suporta sentimentos distintos
fortes e opostos.
Os dois andam juntos como cúmplices
O coração nos prega peças
Por um momento chego a pensar que te odeio
No outro, sinto te amar mais que a mim mesmo.
As vezes acredito estar apaixonada por outra pessoa.
Alguém proibido, alguém que só tenho por momentos.
Em seguida tenho a consciência de que não é isso.
Bloqueei meu coração e a possibilidade de me entregar a ele
Foi o combinado... senão... dele eu seria sem ressalvas ou restrições.
Você me perderia.
Dividida entre a razão e a emoção
Dividida entre o amar e te odiar
O fantasma da incerteza povoa minha cabeça
O que poderá acontecer....
Não sei se te amo mais....
quero tudo com você
mas ao mesmo tempo fujo de você!
Sentimentos antagonicos...
Odiar e amar...
linha muito ténue entre eles.

2 comentários:

stefanie disse...

Poxa amiga, obrigada por descrever com perfeição esse sentimento tão abiguo que é amor, essa confusão essa entrega e busca... foi show...
beijocas e sucesso

K@ROLZINHA disse...

EeITAA passado!!!não te deixa viver o presente!!!!