"Nestas impressões sem nexo, nem desejo de nexo, narro indiferentemente a minha autobiografia sem fatos, a minha historia sem vida. São as minhas confissões, e, se nelas nada digo, é que nada tenho que dizer." Bernardo Soares

Aviso das Imagens

P.S. informo que todas as imagens aqui postadas foram retiradas da net, caso sejam de sua autoria por favor informe que darei os devidos créditos e caso não deseje a postagem a mesma será retirada.

quarta-feira, 31 de março de 2010

Sonhei com seus dedos entre meus cabelos.
Puxando com força, beijando minha boca com voracidade.
Desejei intensamente pegar meu carro
e bater na porta de sua casa, somente usando um babydoll
Queria que me possuísse por inteira.
Usasse cada centímetro do meu corpo
Que me tomasse como uma devassa em seu leito de prazer.
Sonhei que você deliciavase com meu corpo.
Meus seios, minha cintura, minhas nádegas.
Te torturei com meu gingado.
Meus beijos te entorpeciam.
Queria poder ser sua dona,
domar o homem insaciável que existe dentro de ti.
Do meu desejo, matar sua ânsia...
sua concupiscência da carne;
um pecado estimulado.
O seu fetichismo por mim é nítido...
Mas... ficará somente no desejo...
assim, como no meu sonho, ficou a vontade de te ter...
Ficarás a lembrar do meu corpo suntuoso,
do objeto que te leva ao paraíso da culpa,
da culpa do sexo lascivo,
proibido, excitante, libidinoso e imperativo.
Ficarás somente com a lembrança daquela que és perfeita
em todos os sentidos, como mulher, amante e amiga...
Desejarás com toda a sua magnitude a falta de pudor e
arrancar minhas vestes
no momento que me encontrar e principalmente do ao sentir
meu cheiro...
o cheiro da mulher que desejas implacavelmente
me sentir em seus braços e poder desfalecer em meu corpo.

Um comentário:

Rubens disse...

Tenho Fragmentos do seu corpo em minhas mãos, que eternizou esse momento...
http://fragmentosrdam.blogspot.com.br/