"Nestas impressões sem nexo, nem desejo de nexo, narro indiferentemente a minha autobiografia sem fatos, a minha historia sem vida. São as minhas confissões, e, se nelas nada digo, é que nada tenho que dizer." Bernardo Soares

Aviso das Imagens

P.S. informo que todas as imagens aqui postadas foram retiradas da net, caso sejam de sua autoria por favor informe que darei os devidos créditos e caso não deseje a postagem a mesma será retirada.

segunda-feira, 5 de abril de 2010


"Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o que,
com frequência, poderíamos ganhar,
por simples medo de arriscar."
(William Shakespeare)

São tantos medos que nos rodeiam.
Dúvidas que nos cercam e nos fazem perder a grandeza de cada momento.
Medo?
Eu tenho vários.
Medo de ficar sozinha.
Medo de ser esquecida.
Medo de amar de novo.
Medo de não me apaixonar.
Medo da gravidez...
Medo de odiar quem um dia eu amei.
Medo de descobrir que tudo foi mentira.
Medo de descobrir que ainda me ama.
Medo de descobrir que ainda te quero.
Receio de saber que você tem medo de se entregar de novo.
Medo de querer me declarar a você.
Medo de aceitar o presente.
Medo de que meu passado se repita.
Medo de não conseguir me desvencilhar do passado.
Medo do sofrimento voltar.
Medo de que você me faça sofrer.
Medo de ser feliz.
Medo de sorrir.
Medo de perdoar novamente suas falhas e
você me acusar dos seus erros e dos meus.
Porque tanto medo?
São dos dilemas de uma mulher...
os dilemas que me rondam em uma fase de transformação...
Os dilemas que acho que nem com muita terapia serão resolvidos.
Acho que estou com medo de viver!

3 comentários:

Marco Aurélio disse...

Não pense que é a única a ter medo.
O medo significa estar viva!
E serás uma ótima mãe, uma ótima companheira, e não merece sofrer.
Abraços

Ana Caroline disse...

LINDO GABYS ....MAIS NÃO DEIXE QUE O MEDO ATRAPALHE SUA FELICIDADE..BJUS*.*

Joyce disse...

Amiga, realmente o medo faz parte da transformação, da mudança... Pede um certo recolhimento e reflexão. Mas busque sempre o lado positivo de tudo, se tem medo é porque um dia já viveu tais situações e hoje está viva, não é mesmo? Neste momento imagine que você é como uma borboleta, que antes de ficar bela, ficou um tempo no casulo se transformando! Bjokas